terça-feira, 15 de abril de 2014

Anseio

"...Por isso, anseio o dia em que voltes a abrir a porta. Desejo veementemente que voltes e que exijas o meu colo. Que os meus braços voltem a ser o teu porto seguro. Anseio que esta casa volte a ser o teu refúgio. Que os meus lábios matem a sede que sentem dos teus. Que o meu corpo volte a dar prazer ao teu. Anseio que sares as feridas e que a saudade que sintas de mim aperte forte esse coração, que te faça dar meia volta e que te faça vir mais uma vez ao meu encontro. Se existe uma hierarquia de necessidades para ti, que o nosso amor seja uma prioridade e que prevaleça no topo." in Não Te Esqueças de Nós, Hugo Rosa.

Sem comentários:

Enviar um comentário