domingo, 14 de abril de 2013

Florbela Espanca

"Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita(o)
Nunca fui o que os meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mas tive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha(o) porque gosto
e sim porque aprendi a ser só..."

Florbela Espanca

2 comentários:

  1. Florbela sempre única. E eu mesmo não sendo ela revejo-me no seu sentir e na sua dor e conforto.
    Um grande abraço. :)

    ResponderEliminar
  2. Adoro a invulgaridade desta escritura, é um excerto fantástico de tantos outros...

    ResponderEliminar