quinta-feira, 26 de julho de 2012

Imprevisibilidade do Amor



a minha mão na tua mão
o teu peito contra o meu
à noite, na escuridão
estávamos lado a lado
antes do amor ter
acabado

os teus lábios nos meus
sabe Deus...
o quanto te quis
mesmo quando o nosso amor
foi cortado pela raiz

a tua pele vai ser
acariciada por outras mãos,
enquanto a minha
queimará de saudade
para toda a eternidade

promessas que ficaram
por cumprir
de um amor que
ficou por
nutrir

o amor é imprevisível
eu sei
e apesar de tudo
ao teu lado fiquei.

Sem comentários:

Enviar um comentário