sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Aprender



Uma imagem valeu mais do que mil palavras. Por mais que me doa, neste momento, prefiro que me vires a cara do que me olhes nos olhos e permaneças em silêncio. Perdi-me por segundos com a tua frieza, com a tua indiferença mas finalmente percebi que, agora mais do que nunca, não passaste de um olhar.

A porta fechou e eu percebi que fiz esta viagem sozinho. Não te queria deixar ir mas desta vez pensei com a cabeça e não com o coração, mentalizei-me que nunca devia ter tirado os pés do chão, nem devia ter idealizado uma vida ao teu lado.

Aprender a respirar outro ar, outro cheiro. Aprender a ouvir outra voz, a chamar um outro nome. Aprender a viver sem a tua presença, sem o teu olhar. Aprender a escrever sem te ter como assunto principal. Aprender a sobreviver num mundo onde já não existes. Aprender a dar prioridade a quem a merece. Aprender a libertar-me dos fantasmas do passado. Aprender a ser livre. Aprender a voltar a amar.
Resta-me aprender...

"... No love, no glory, no happing end."

Sem comentários:

Enviar um comentário