domingo, 28 de março de 2010

Caminhada




Sozinho caminho pela cidade. Entre o barulho e a agitação, eu afasto-me da realidade e acabo por entrar no meu próprio mundo, onde o silêncio atinge-me e tranquiliza-me.
Questiono-me se vale a pena a minha caminhada. Recordo-me de todo o caminho percorrido até aqui e sem hesitar continuo em frente sem olhar para trás.

Sem comentários:

Enviar um comentário